Interface Eletrônica para Processo Químico Mais Inteligente

Interface Eletrônica para Processo Químico Mais Inteligente

As instalações de processamento químico podem melhorar a segurança e a produtividade com recursos de interface eletrônica, melhorar a coleta e uso de dados.

Antes da automação, alguém tinha que monitorar constantemente os processos de fluidos para garantir a qualidade do produto, possibilitando erros no processo.

Para muitos, ouvir as palavras “químicos agressivos” traz pensamentos de fumaça, chamas e a imagem de caveira e ossos cruzados, muitas vezes estampada em produtos químicos perigosos. Considerando que alguns produtos químicos podem causar ferimentos ou danos ao equipamento essa imagem não está incorreta. Para instalações que processam produtos químicos, os funcionários terão algum nível de interação com esses produtos químicos. Mas sistemas de gerenciamento de fluidos podem ser colocados em prática para garantir a segurança e a integridade do produto final.

Muitas operações de processos químicos são feitas sem operadores

Na maioria das instalações de processamento químico, os operadores usam bombas em muitas aplicações de transferência, medição e dosagem. Isso inclui a transferência de fluido de um recipiente para outro ou a adição de ingredientes ativos ao fluido para criar produtos específicos, como detergentes ou tintas. Para conduzir estas aplicações, as bombas de duplo diafragma pneumáticas (AODD) são ideais porque podem lidar com produtos sensíveis ao cisalhamento, passar sólidos, secar e fornecer vazões variáveis. As bombas AODD também são fáceis de limpar e consideradas de baixa manutenção quando comparadas a outros tipos de bombas. Bombas de baixa manutenção são particularmente atraentes em ambientes de produção nos quais os produtos são criados em grandes volumes e onde a eficiência do processo é importante.

Para garantir eficiência e segurança, muitas operações de processos químicos não necessitam de pessoas. Isso porque muitas instalações operam seus processos em salas de controle centralizadas. Com a possibilidade de vazamentos e o impacto da exposição prolongada a produtos químicos agressivos, quanto menos tempo gasto nesse ambiente, melhor. A distância dos produtos químicos diminui os riscos de segurança e permite que os engenheiros de processos e fábricas se concentrem no desempenho e na qualidade.

Bombas de diafragma de interface eletrônica ARO.
Bombas de diafragma de interface eletrônica ARO.

Processos automatizados para um lote melhor

A automação na fabricação tem prevalecido desde o século 11, quando as primeiras inovações de mineração começaram a influenciar as práticas do passado. Ao longo dos anos, os processos tornaram-se mais integrados, automatizados e digitais, devido à necessidade de produtividade, segurança e controle de processos. Em aplicações manuais de transferência de bombas, um funcionário deve estar presente para verificar o recipiente no qual o fluido está sendo bombeado para garantir que ele não transborde. Dependendo do tamanho do recipiente, isso pode significar que uma pessoa tem que esperar por longos períodos de tempo para fechar uma válvula de fluido quando o volume desejado for atingido. Além de ser muito trabalhoso, também introduz riscos de erro humano. Em muitos casos, sabe-se que os operadores voltam tarde demais para o contêiner, levando a erros de formulação de vazamento ou de proporção do produto, resultando em lotes descartados e perda de tempo.

“As bombas com recursos de interface eletrônica eliminam imprecisões com monitoramento e dosagem precisos, ao mesmo tempo em que economizam recursos ao liberar os operadores de terem que ficar ao lado da bomba”.

Sistemas mais inteligentes criam produtos melhores

A Internet das Coisas Industriais (IIoT) é uma rede em evolução de sistemas de conexão e uma ampla tendência na indústria de fluidos. Muitos na indústria estão se voltando para a tecnologia baseada em dados, aproveitando dados de sensores e incorporando tecnologias de comunicação e automação de máquina para máquina que existem em ambientes industriais há anos. Ao recorrer à IIoT, os fabricantes estão melhorando gradualmente a produtividade, o controle de qualidade, a eficiência e a segurança.

Como as tecnologias da IIoT tornam os processos de gerenciamento de fluidos químicos mais inteligentes, é vital que os engenheiros de processo explorem como um AODD de interface eletrônica pode melhorar drasticamente o controle e o monitoramento do processo. A tecnologia já percorreu um longo caminho quando se trata de controladores personalizados para monitorar / controlar os AODDs. Esses controladores AODD permitem a integração perfeita dos sinais do sensor para medir com precisão as taxas de fluxo, controlar as bombas AODD por meio de solenoides eletrônicos e monitorar a integridade do diafragma usando sensores de detecção de vazamento. Essas funções podem economizar mão-de-obra com instalação em campo para colocar as bombas em funcionamento rapidamente.

Agora, os processos químicos podem ocorrer sem monitoramento constante das pessoas.
Agora, os processos químicos podem ocorrer sem monitoramento constante das pessoas.

Uma vez instalados, esses sistemas de bombas mantêm automaticamente os níveis de fluidos, o que minimiza a necessidade de operadores para monitorar o processo. Em aplicações em lotes, isso é essencial porque garante que os ingredientes do produto final atenderão às medidas exatas necessárias para garantir a qualidade do produto. Acionadores remotos que sinalizam desligamentos automáticos e enviam alertas críticos de serviços operacionais e dados de manutenção para os operadores também estão disponíveis. Os sensores de detecção de vazamento podem ser especificados para notificar os operadores quando ocorrer uma falha no diafragma, aumentando a segurança do funcionário, evitando derramamentos de materiais onerosos e minimizando o tempo de reparo.

Recursos de interface eletrônica deixam seu processo mais inteligente

Muitas fábricas de produtos químicos já adotaram processos automatizados e orientados por dados e se afastaram de processos manuais imprecisos e ineficientes. Mesmo com essas melhorias, é necessário que os fabricantes de produtos químicos utilizem as informações coletadas dos sensores AODD para melhorar o desempenho do sistema. A integração específica dos elementos do sistema de interface eletrônica mencionados anteriormente pode ajudar os fabricantes a agregar dados para aumentar a produção, reduzir o tempo de inatividade, melhorar a eficiência do processamento e manter os mais altos padrões de segurança.

Compartilhar o artigo

Widecoat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

YouTube
LinkedIn
Facebook